GALERIA

Um espaço livre para todos os artistas africanos exporem as suas obras de arte

shutterstock_1168651117.jpg

DINÂMICA

Trata-se de uma galeria virtual que a ACIDCA proporciona a todos os artistas africanos para apresentarem ao mundo a sua criatividade.

Pintura, escultura, fotografia assim como outras manifestações artísticas têm lugar neste espaço.

Cada artista terá direito a 1 mês de permanência.

Desejamos a todos uma óptima visita.

ARTISTAS DO MÊS

Noureddine Boumaaza

Nascido em Jerada, Marrocos, em 1977, trabalha e reside em Tetouan. Artista e professor de artes visuais, é um apaixonado pela pintura que desempenha com extremo talento, sem perder de vista a inovação e a busca de novas identidades e visões em perfeito equilíbrio. Noureddine explora as emoções através da imagem da feminilidade: da mãe, da irmã, da apaixonada, num ambiente intimista. O artista confronta-nos com obras dotadas de forte presença reforçada pelo poder das cores e linhas vibrantes. Persegue incessantemente os detalhes do corpo nas suas pesquisas, procurando transcrever todas as contorções e expressões fisionómicas produzidas pelo temperamento da natureza humana.  Reconhecido pelo seu enorme talento, a sua pintura é bastante promissora.

  • Facebook

Luis Cohen Fusé

Nascido em Buenos Aires, Argentina, em 1944, numa família de raiz europeia, desde cedo manifestou interesse pelo desenho. Estudou cerâmica e artes plásticas na Escola de Belas Artes de Mar del Plata e em 1973 formou-se em Arquitectura pela Universidade de Buenos Aires. Durante os estudos colaborou como desenhador de figurinos e cenografia para diversas companhias de teatro e dança. A viagem de formatura que faz à Europa levou-o a viver em Barcelona, onde se dedicou de corpo e alma ao trabalho artístico, adoptando a dupla nacionalidade argentina-espanhola em 1976. Já na década de 80 instalou o seu atelier em Madrid e após uma viagem a Portugal, em 1982, apaixonou-se pela luz e pelas cores do Estoril onde decidiu residir permanentemente. Nunca escondeu a sua admiração pelo Oriente, bem patente nas suas obras de forma constante. Foi sempre um artista multifacetado, com uma vasta obra em azulejo, pintura mural em fresco, desenho de jóias e escultura, espalhada por todo o mundo. Morreu no Estoril no dia 4 de Julho de 2019.

  • Facebook

©ACIDCA - Todos os direitos reservados

Copy + Desenvolvimento: Brand Diver